Contador

terça-feira, 18 de maio de 2010

Martin Luther King - Biografia

"Martin Luther King nasceu em Atlanta (EUA), em 1929. Ainda jovem, aos 19 anos, foi ordenado pastor batista e algum tempo depois se formou como Teólogo, pelo Seminário Teológico de Crozer.

Para fazer uma pós-graduação, mudou-se para Boston, onde conheceu Coretta Scott, com quem se casou em 1953. No ano seguinte, King se tornou pastor da igreja batista de Montgomery, Alabama.

Em 1955, aconteceu o incidente que levou a figura de King a ser conhecida como sinônimo de luta pelos direitos civis, conhecido como boicote aos ônibus de Montgomery. O boicote aconteceu por causa da prisão de uma negra que se recusou a ceder lugar no ônibus para uma passageira branca. Luther King, então, liderou o boicote aos ônibus de Montgomery, que durou um ano.

Como uma represália ao boicote, King teve sua casa bombardeada várias vezes e recebeu várias ameaças. Mas a Suprema Corte deu fim ao boicote, ao proibir qualquer tipo de discriminação racial.

Vitória de King e do pacifismo.

Em 1957, Luther King ajudou a fundar a Conferência da Liderança Cristã no Sul (SCLC), organização de igrejas e sacerdotes negros, que consagra King seu líder. O objetivo da organização era acabar com as leis de segregação, usando apenas métodos pacíficos.

Inspirado pelo método pacífico de Gandhi, Luther King viajou até a Índia para compreender melhor esses métodos e aprimorar suas manifestações. Contribuiu amplamente para o reconhecimento dos direitos civis dos negros no seu país, em protestos como a campanha a favor dos direitos civis em Birmingham, Alabama, em 1963; a realização do censo para aprovação dos votos dos negros; o fim da segregação racial e a melhoria da educação e de moradia para os negros nos estados do sul.

Além disso, foi responsável por dirigir a histórica ”marcha” para Washington, em agosto de 1963. Foi nessa ocasião que fez o famoso discurso I have a dream (Tenho um sonho). E em 1964 recebeu o Prêmio Nobel da Paz.

Ampliando suas preocupações, King se associou ao movimento contra a guerra do Vietnã e às lideranças brancas, em 1967. Recebeu muitas críticas das lideranças negras, que acreditavam que era preciso se preocupar com os problemas dentro de casa, primeiramente.

No ano seguinte, Luther King foi assassinado por um branco, fugitivo da cadeia. Seu assassino pegou a sentença de 99 anos de prisão."

Se ele conseguiu lutar pelo inimaginável como poderemos parar perante certezas pelas quais outros já morreram. Não

Os Sistemas de Informação Geográfica aplicados a plataformas petrolíferas

Decorreu em Luanda no Hotel Alvalade um seminário dedicado aos Sistemas de Informação Geográfica. Um dos dias foi dedidaco à aplicação desta tecnologia ás petrolíferas. Neste âmbito ficou um alerta à necessidade das petrolíferas não exercerem a sua actividade de exploração em offshore de forma irresponsável. É necessária a integração da informação geográfica das diferentes áreas num sistema comum que garanta pesquisas e queries imediatos para numa situação de risco ou emergência funcionar como suporte à decisão.

Nesse sentido, e no caso do Golfo do México, os Sistemas de Informação Geográfica têm sido uma ferramenta essencial para apoio às decisões e acções a tomar no controlo do risco.




A ESRI desenvolveu uma aplicação informática disponível na Internet e que aglomera informação sobre os blocos e plataformas petrolíferas ao mesmo tempo que disponibiliza cartografia/imagens de satélite provenientes de diferentes entidades estatais.

terça-feira, 11 de maio de 2010

Almas Gémeas


A união de almas gémeas é das mais fortes que existe

Procurei e encontrei
existe!
o milagre aconteceu
do jeito que Deus quis
tudo pude entender
a busca
a procura
a magia das palavras
transformadas em sonhos
sonhos materializados
promessas que se cumprem
O Sol afinal esta mais perto
a Lua na minha mão
as estrelas na minha pele
as flores no meu perfume
tudo no aqui
faz sentido agora
andei vidas
à tua procura
mas encontrei-te
tu que és eu
eu que sou tu
face to face
livres
felizes
porque milagrosamente
amamos

domingo, 9 de maio de 2010

13 de Maio - Adebayo Vunge na Mesa Bicuda



A próxima Mesa Bicuda terá o prazer de ter um jornalista de renome: Adebayo Vunge. Este jornalista lançou recentemente o seu livro “Credibilidade dos Media em Angola” no Centro de Formação de Jornalistas (Cefojor).

Esta "obra, editada pela Casa das Ideias, é fundamentada pelo seu trabalho de monografia da licenciatura em comunicação Social, pela Universidade Superior Privada de Angola (UPRA).

Jornalista desde 1998, o autor é repórter na Televisão Pública de Angola e editor de cultura do semanário Novo Jornal, depois de ter passado pelo jornal Angolense. É docente da Universidade Privada de Angola. A sua primeira obra foi “Dos Mass Media em Angola”."

Não percam esta mesa Bicuda onde numa altura em que se discute a Liberdade de Imprensa a Mesa Bicuda irá exercer livremente um diálogo sobre a imprensa...

Saudações jornalísticas,

Lueji Dharma

Casamento sem medo e com amor


Casamento de sonho

Numa altura em que o casamento é um sonho eterno e mais que desejado ficam aqui umas dicas:

http://pensamentos.aaldeia.net/pensamentos/casamento/
O amor e o medo
Medo de que o casamento não corra bem?… O amor e o medo não podem andar juntos. Quem tem medo não entende nada de amor. Amar é, precisamente, não ter medo. É acreditar que se possui uma força imensa. Quem ama sabe que é também possuído e protegido pelo amor. E que, por isso, caminha noutra altura; voa por cima dos gelos, dos salpicos das ondas, das pedras aguçadas. Vai por cima de um mundo muito pequeno, nas asas de um fogo, em mãos de fadas. Possui outra dimensão. Parece-lhe que quem não ama é um morto-vivo…
(Paulo Geraldo)
Liberdade de nos amarrarmos
Numa época em que uma noção errada de liberdade, muito divulgada, leva a não contrair vínculos e a quebrar com facilidade os vínculos contraídos, é oportuno recordar que a liberdade é, na sua forma maior, liberdade de nos amarrarmos. É esse o significado de “criar laços”.
(Paulo Geraldo)
Um ponto de passagem
A paixão é uma coisa maravilhosa, que leva uma mulher e um homem a unirem as suas vidas no objectivo comum de fundarem uma família e educarem os filhos. É, porém, necessário que a paixão, para ter sentido, se torne fecunda. Ela não deve nunca ser considerada um fim em si mesma, porque, pela sua própria natureza, não pode ser senão um ponto de passagem.
(Paulo Geraldo)

Antes de partires para a guerra
Antes de partires para a guerra, reza uma vez; antes de embarcares para o mar, reza duas vezes; antes de casares, reza três vezes.
(Provérbio russo)

Manter uma atitude de confiança
Manter uma atitude de confiança com as outras pessoas implica correr o risco de sermos defraudados. Mas riscos todos corremos, também os que não confiam…
Arrisca-se na educação e arrisca-se no casamento. Há pais que deram tudo pelos seus filhos e estes acabaram por ser uma calamidade. Mas, se não tivessem dado tudo, se os tivessem abandonado ou maltratado, então a calamidade não teria sido um risco, mas uma certeza.
(Joaquín García-Huidobro)

Doação e aceitação recíproca
O casamento é a doação e aceitação recíproca de todo o ser pessoal entre um homem e uma mulher, para toda a vida, sejam quais forem as circunstâncias que se deparem no futuro. A exigência deste compromisso é grande, visto que o futuro não está escrito e não se pode adivinhar. Mas essa incerteza, própria da natureza humana, não significa que as pessoas não possam exercer a capacidade de prometer e cumprir o que livremente prometeram.
(Aquilino Polaino-Lorente)


Ainda a aprender, mas disposta a me comprometer (lol)

Saudações,

Lueji Dharma

Efeito King Kong




O KING KONG em frente à sua amada



O efeito King Kong é um conceito que me foi apresentado pelo poeta filósofo SixcKim. Segundo este grande vulto da nossa sociedade o efeito King Kong é o efeito provocado pelos seres grandes que buscam o amor.Desta forma, o King Kong apenas percorria a cidade em busca do seu amor. Ele levava na alma a busca feroz por um ser por quem era capaz de morrer. E nessa busca destruiria tudo o que estivesse pelo seu caminho, especialmente quem o impedisse. O seu amor era cego a tudo e apenas a bela mulher que amava o apaziguava...

The meeting




O encontro
de inesperado
virou fado
destino traçado
nas mãos do deserto
errado
apressado
virou fado
desalento guiado
escuridão iluminada
um alimento de luz
nascença destinada
presença camuflada
divindade reconhecida
do berço com o coração
se fez nação

Comunidade Lunda Tchokwe - o encontro


Comunidade Lunda - Tchokwe


Hoje tive a grande benção de ser convidada para reunir com amigos do Leste de Angola. Uma reunião que foi mais um regresso a casa. Soube bem embrenhar-me na raiz do conhecimento dos meus antepassados...e acima de tudo no caminho da verdade espiritual de quem busca em Cristo: Deus.

Matei saudades dos pratos típicos! Matei saudades saudades da simplicidade de um povo humilde e vitorioso que canta:
"Nunca pela violência ou pela força,
mas pelo meu espírito,
já dizia o Senhor dos Exércitos"

Fiquei feliz, por ver que há organização, empenho e perícia na arte da transmissão do conhecimento. Mas também há amor e dedicação, na arte de quem cozinha de forma gratuita para os visitantes (mais necessitados).

Saudações amistosas,

Lueji Dharma

terça-feira, 4 de maio de 2010

Paulo Elizângelo

Hoje tive o desprazer de ir ao óbito do meu colega de serviço Paulo Elizângelo. O meu colega de serviço tinha apenas 24 anos e econtrou o seu fim trágico após um atropelamento.

O meu colega Paulo hoje teve os amigos e familiares a levarem-no até à sua ultima morada, onde esperemos que ele descanse em paz. Embora breve a sua passagem concerteza marcou a vida de muitos.


Descansa em paz Paulo!

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Kanguimbo Ananaz e Aminata Gourbel - unidas pelo amor à arte


Aminata Goubel e Kanguimbo Ananaz

A Mesa Bicuda teve pela primeira vez a presença feminina; e não foi apenas uma presença de peso, mas duas grandes senhoras da cultura Angolana:

Aminata Goubel e Kanguimbo Ananaz.

No decorrer de um diálogo tranquilo, pacífico e onde as palavras fluiam ao som adocicado da humildade, a actriz e radialista Aminata revelou que no seu percurso artístico sempre alimentou a disciplina da humildade, simplicidade e amor ao próximo.

Refere que embora o lado profissional seja desgatante não deixa de ter tempo para cuidar do seu lar e de fazer os pratos especiais para a sua alma-gémea:Lopito Feijó. Neste ponto, Kanguimbo Ananaz também confirmou que embora se socorra de ajuda não deixa de mimar o seu esposo(também artista)com as refeições caseiras...

Kanguimbo e Aminata tornaram-se amigas numa entrevista, onde Kanguimbo após expressar as suas dúvidas em relação ao que disse na rádio recebeu um simples: "não ligues às críticas" de Aminata. Estas simples palavras criaram um laço, que agora as une ao ponto de passarem por irmãs.

Ambas partilham o amor pela liberdade que a poesia encerra, pela magia das palavras e dos mundos que elas constroem. Vêm a poesia como desabafos, experiências e acima de tudo como um exercício da liberdade e da procura interior. Essa procura, essa busca infinita terá de passar necessariamente por muita leitura. Há que ler mais e mais para se saber mais. Conhecimento leva a sabedoria, refere Kanguimbo num tom de quem desafia a plateia a alienar-se do mundo do faz de conta e entrar na caminhada do crescimento como homens sábios em comunhão com a Natureza e com o Universo.

Kanguimbo como escritora tem realizado muitos trabalhos e actualmente ganhou o privilégio de ser representante da cultura angolana. Irá deslocar-se em breve a Cabo Verde para um encontro da literatura lusófona.

Na construção deste diálogo emocionado destacou-se o papel da mulher na construção da cultura nacional:

“Nós somos sinónimo da vida, da existência do mundo, então temos mais sensibilidade para arte. A arte tem a ver com cultura. Nós quando embalamos os nossos filhos no colo já cantamos, contamos histórias,. Por isso quer dizer que a mulher nasceu com cultura, com arte e agora vem demonstrando a sua capacidades” Aminata.

A mulher tem responsabilidades fundamentais na sociedade. Do amor que ela oferece aos filhos e da sua educação se constrói uma nação apta ou não para a cultura. Apta ou não para sociedade de igualdade e feliz que se quer.

Neste sentido, Kanguimbo Ananaz e Aminata têm o sonho de contruir um orfanato onde darão um lar às crianças pobres e marginalizadas.

Por outro lado, destaca-se o papel de Kanguimbo Ananaz na libertação do kudurista Nagrelha. Este actualmente encontra-se num processo de integração que promete uma remodelação do ser. Kanguimbo fez questão de salientar que a integração deverá estar sempre acima do julgamento...todos os seres são aptos à mudança, desde que lhes seja dada uma oportunidade e um acompanhamento devido.

Foram momentos interessantes entre chocalhos do espanta espíritos que gritava bem alto: África!!!!!!!!

Saudações espirituais,

Lueji Dharma

domingo, 2 de maio de 2010

Um anjo no meu mundo

Na subtileza da presença
na vontade de crescer
na alegria de viver
os anjos existem
em nós
para nós
são os nossos braços
na dor
são os nossos pés
no precipício
a nossa cadeira
na forca
a nossa liberdade
na prisão
falam entusiasticamente
a língua do coração
esgrimem a emoção
de um amor puro
apelando ao sentimento
são a razão
que ofusca o ódio
a força da fé
a luz dos cegos
as asas dos sonhos
os homens sonhadores

Catia Melim- A face comunicativa do Lev'arte


A bela Cátia num momento poético do movimento Lev'arte



A Cátia Melim é uma presença constante nos eventos realizados pelo Movimento Lev'Arte conduzindo-os a bom porto. Fazendo uso da sua elevada capacidade de comunicação, da sua força criativa no palco e de uma uma boa colocação de voz Cátia confere um fio condutor à programação do evento. Ultimamente tem demonstrado nas suas intervenções uma constante preocupação com os problemas sociais que enfrenta no dia-a-dia de Luanda. Traz ao palco temas que quer ver debatidos e esclarecidos, tentando com esse pequeno esforço iluminar as mentes para a redução dos mesmos. Com a naturalidade de quem reconhece não ter respostas procura num percurso conjunto encontrá-las.

As questões que coloca relacionam-se especialmente com casos de violência doméstica existentes nos lares angolanos. Este alerta dado perante uma plateia que acaba por debater entre si, embora não mude um mundo, ajuda a mudar algumas mentalidades...


De referir que faz uma dupla perfeita com o grande senhor da comunicação levartiana: Kiokamba.

Por outro lado, referir que a Cátia tem sido um pilar das noites de Quinta-feira no Kings Klub e uma mulher solidária...

Força Cátia,

Lueji Dharma

Catia Santos - A face comunicativa do Lev'arte


A bela Cátia num momento poético do movimento Lev'arte



A Cátia Santos é uma presença constante nos eventos realizados pelo Movimento Lev'Arte conduzindo-os a bom porto. Fazendo uso da sua elevada capacidade de comunicação, da sua força criativa no palco e de uma uma boa colocação de voz Cátia confere um fio condutor à programação do evento. Ultimamente tem demonstrado nas suas intervenções uma constante preocupação com os problemas sociais que enfrenta no dia-a-dia de Luanda. Traz ao palco temas que quer ver debatidos e esclarecidos, tentando com esse pequeno esforço iluminar as mentes para a redução dos mesmos. Com a naturalidade de quem reconhece não ter respostas procura num percurso conjunto encontrá-las.

As questões que coloca relacionam-se especialmente com casos de violência doméstica existentes nos lares angolanos. Este alerta dado perante uma plateia que acaba por debater entre si, embora não mude um mundo, ajuda a mudar algumas mentalidades...


De referir que faz uma dupla perfeita com o grande senhor da comunicação levartiana: Kiokamba.

Por outro lado, referir que a Cátia tem sido um pilar das noites de Quinta-feira no Kings Klub e uma mulher solidária...

Força Cátia,

Lueji Dharma