Contador

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

"O que a África não disse..." de Basílio Tchindombe

Aproveitei a viagem de avião entre Angola e Portugal para por a leitura em dia, nomeadamente o livro "O que a África não disse..." de Basílio Tchindombe que me foi oferecido por John Bella. O livro escrito com simplicidade artistíca e de forma descomplexada revela o mundo do feitiço. O livro conta a caminhada do Padre Álvaro na sua tarefa de envangelização dos povos indígenas de Angola, e em especial um povo canibal de Caconda. É neste processo de evangelização que lhe é apresentado o mundo do feitiço; e o confronto com esse mundo leva-o a questionar muitas das suas ideias pré-concebidas sobre feitiço, África, sexualidade, confiança e fé... todas estas reflexões vão nos levando cada vez mais fundo na realidade e nas crenças do povo angolano de Caconda. Revela-nos uma cultura onde a mulher não é vista como igual, mas como um ser inferior, que existe para servir e que pode levar o homem à perdição.

No duelo entre a cultura africana e portuguesa, vivido pelo padre Alvaro, salienta-se a necessidade de se por de parte o que se vê sob a luz dos preconceitos para nos deixarmos iluminar pela fé. Só a fé em Deus nos pode guiar para o sucesso...

Um livro que vale a pena ler, especialmente para quem quer conhecer melhor a lógica ancestral do mundo do feitiço!

De referir ainda que o livro foi Premiado com o Prémio António Jacinto 2008!

Parabéns Batchi

Um comentário:

Mandavela Rap disse...

Realmente grande Livro.....


Uma História muito interessante... .


Aprendi muito sobre a famosa Fala...