Contador

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Angola. A Vitória é certa!


Porque tudo o que se sonha é realizável...

Humana e corajosa viste os teus filhos (os meus irmãos) morrerem nos teus bosques, nos teus desertos, nas tuas estradas, …nessas paisagens paradisíacas entregaste o teu bem mais precioso. Choraste rios em cachoeiras! Enterraste filhos nessa terra vermelha…mas recusas-te a persistir no erro. Sonhas alto e proclamas confiante a vitória do teu povo! Recusaste a ceder à tristeza, ao desespero e à infelicidade. Ressuscitas e não cedes à infâmia desse Ocidente que te oferece presentes envenenados. Aceitaste inocentemente as armadilhas que te levaram os filhos. Amaste os convidados que te visitaram para te apunhalarem no teu leito enquanto dormias feliz. E mesmo assim recusas-te a odiar. Agarras-te à alegria e à tenacidade do teu povo. As tuas árvores, enquanto cedem aos ventos, emitem notas musicais transformadas em hinos que os teus filhos cantam alegremente. O pó levanta-se ao som dos passos dançantes e tudo o que sonhas será alcançado. Jamais cometerás o erro de desconfiar do teu poder. Jamais deixarás que não te deixem desejar. Jamais viverás de olhos vendados! Mergulhas na sabedoria infinita dos teus sobas, no poder da tua paisagem e na felicidade dos teus filhos; mergulhas sem dúvidas: A Vitória é certa!

Lueji Dharma

Um comentário:

Amélia Cristina disse...

Confesso que não lí tudo ainda. Mas, do que lí adorei. Adoro também quando percebo o retorno das energias boas que ponho no meu trabalho. Obrigado, julgo que escrever com um maravilhoso encaixe de idéias é lindo. Atingiu...