Contador

domingo, 15 de novembro de 2009

Deolinda Rodrigues - Cartas de Langidila



foto em http://muamba-banana-e-cola.blogspot.com/2008/06/mul...

O projecto Ler+ do Chá de Caxinde fez-me cruzar com uma feira de livros. Entre os vários livros de várias editoras cativou-me um com a foto de Deolinda Rodrigues na capa:Cartas de Langidila e outros documentos.
Neste livro, Deolinda Rodrigues é autora da sua história pelas cartas que deixou escritas. A tradução das cartas do kimbundu para português coube a Roberto de Almeida. Enquanto que a Nótula Biográfica foi realizada pela escritora cubana Limbania Jiménez Rodriguez, em Heroínas de Angola.

O restante livro é uma compilação de cartas que falam por si, da luta, determinação e entrega desta grande mulher da História Angolana.

Deolinda Rodrigues é descrita e lembrada como uma mulher "afável, compreensíva" que "tratava sempre de se manter informada" e de transmitir informação e conhecimento aos seus companheiros. Preocupava-a o analfabetismo:
"É terrível a indiferença e o analfabetismo desta gente; já nem o quase nada que a imprensa yanqui publica sobre a nossa tragédia eles leram"

Mesmo contra uma diáspora amorfa ela acredita: "O importante é saber o que queremos e caminhar para a frente" E no final de contas ela desabafa : "Ah! Se me safo deste vazio"

Hoje em dia são muitas as dúvidas que pairam sobre o desaparecimento de Deolinda Rodrigues e sobre a sua morte. Mas tendo em conta, que a sua luta reinvidicava justiça e dignidade: não será concerteza demais dizer que o passado não deverá por em risco a paz futura.

Já ela na altura lutava pela união entre os angolanos contra as correntes de fundo tribalista e racial divulgadas por alguns movimentos da altura.

"ACEITAMOS UNIDADE PARA TODOS NÓS E NÃO NA BASE DE SELECÇÕES INDIVIDUAIS"

De salientar que neste livro é possível encontrar cópias das cartas manuscritas de Deolinda Rodrigues e cópias de documentos confidenciais da PIDE, MPLA, entre outros.

Mais um livro que poderá ajudar a reescrever a história sempre com o intuito da paz e da unidade nacional.

3 comentários:

Leandro João Eusébio disse...

ela era uma das minhas favoritas escritora ela é uma estrela

Leandro João Eusébio disse...

ela era uma das minhas favoritas escritora ela é uma estrela

Leandro João Eusébio disse...

minha escritora favorita gosto muito da tua obras de artista és uma boa autora isso sim és maravilhosa a falar da tua obras